sábado, 19 de março de 2011

Flu joga mal e perde para o Boavista por 2 a 0

Jogando mal, o Fluminense foi derrotado pelo Boavista por 2 a 0 no início de noite deste sábado, no Engenhão. Com gols de Gustavo e Max, o time de Saquarema bateu o Tricolor que tinha no comando o preparador físico Ronaldo Torres interinamente.

Em sua estreia como técnico, Torres não pode nem ser testado. Foi obrigado a fazer duas mudanças logo cedo por motivos de contusão. Perdeu Leandro Euzébio e Carlinhos machucados e teve de colocar Digão e Julio Cesar. O jogo, por sua vez, até era interessante, lá e cá. O Boavista teve boa chance, mas Berna evitou gol cara a cara com André Luis. A resposta do Fluminense foi num lindo lance em que Conca lançou Rafael Moura. O atacante matou no peito e soltou uma bomba para linda defesa de Thiago.

O Tricolor até tinha mais a posse de bola, porém, encontrava muitas dificuldades para penetrar na defesa adversária. O Boavista, fechadinho, tentava os contra-ataques. Num deles ganhou uma falta de muito longe. Na cobrança, o zagueiro Gustavo bateu com força e foi muito feliz para abrir o marcador: 1 a 0. Foi o suficiente para a equipe ir para o intervalo debaixo de vaias.

Na volta para o segundo tempo, Torres apostou e queimou sua última substituição para promover o retorno de Fred no lugar de Rafael Moura. E o camisa 9 até teve duas boas chances. Na primeira, cabeceou bola para fora após lindo lançamento de Diogo. Depois, bateu por cima ao receber bom cruzamento de Mariano. Desta vez, a bola desviou no zagueiro e o árbitro não assinalou o escanteio.

O Boavista, novamente, aproveitava os avanços tricolores para contragolpear. Por pouco, não conseguiu chegar ao segundo em jogada individual de Erick Flores. Berna fez grande defesa. Se escapou uma vez, na segunda chance clara o adversário chegou ao segundo gol, com Max recebendo sozinho e tocando na saída do goleiro tricolor.

Em desvantagem ainda maior, a torcida foi à loucura e passou a reclamar insistentemente da equipe. Por pouco não saiu também o terceiro, com Tony acertando a trave de fora da área.

Ao fim da partida, Ricardo Berna, Digão e Conca foram os únicos perdoados pelos tricolores que estiveram no Engenhão. Agora, é juntar os cacos e ir atrás de uma vitória na quarta-feira contra o América do México para ainda ter alguma chance na Libertadores. Mas vai ter de melhorar muito.

3 comentários:

Carlos disse...

Ánimo Flu!!

Carlos
http://futbolyotrasdrogas.blogspot.com

FuteB.R.O.N.C.A.! disse...

Primeiro ratos, depois freguesia para o Boavista e agora uma tremenda bola fora da assessoria de imprensa do clube. Onde vai parar o Flu?

Saudações!!!

Giovani Mattiollo disse...

Fluminense realmente está mal, esperava muito mais.

Abraço

http://gremista-sangueazul.blogspot.com

Postar um comentário