domingo, 19 de setembro de 2010

Em jogo eletrizante Fluminense e Flamengo empatam: 3 x 3

O Engenhão recebeu as boas-vindas do que é um Fla-Flu. Tudo bem que nas arquibancadas houve decepção, com apenas 15 mil pagantes, mas dentro de campo os rivais fizeram jus ao clássico e empataram por 3 a 3, na noite deste domingo. O resumo da boa partida foram os aplausos das duas torcidas ao fim do jogo.
A partida foi especialmente ruim para os dois sistemas defensivos. Mas também houve quem se destacasse. No lado do Fla, após receber bênção do padre Benedito na sexta-feira, Deivid desencantou. Renato também, em bela cobrança de falta. O Fluminense, mesmo desfalcado de Diguinho, Deco, Emerson e Fred, se superou e encontrou em Rodriguinho sua principal peça. O jogador fez dois gols.
O Fluminense dominava as ações. Mas o que parecia ser um duelo entre caçador e presa, tomou um rumo diferente. Aos 22 veio o contra-golpe do império do mal: Gum cochilou ao tentar proteger uma bola, dentro da área, Kleberson se aproveitou e cruzou para Deivid empatar. Dali em diante, o que parecia ser um dia glorioso, se transformou em filme dramático.

A virada veio aos 39 da primeira etapa, num gol que pareceu o replay do marcado pelo Flu. No segundo tempo, a postura tricolor mudou. Mesmo assim, os contra-ataques do time da Gávea levavam muito perigo.

Quem apareceu para empatar novamente o duelo foi o iluminado Rodriguinho, numa linda jogada, deixando o zagueiro na saudade e arrematando na saída do goleiro. A comemoração durou pouco. Renato Abreu me acerta um chutaço no ângulo do Rafael. Incrível, para o azar dos comandados de Muricy. O jogo continuou no mesmo inhem, nhem, nhem. Flu atacava e o Fla contra-atacava. A sorte apareceu quando, num erro de Washington, a bola sobrou para Rodriguinho fazer mais um, desta vez na pequena área.

A emoção tomou conta nos lances posteriores. Com os sistemas defensivos funcionando como uma “mãe”, era impossível fazer qualquer tipo de prognóstico. No fim, quase que Marquinho fez um gol num tiro maravilhoso de fora da área. Porém, não teve mais bola na rede: igualdade entre os lados, 3 a 3. O Corinthians agradece.

3 comentários:

Cleber Soares disse...

E ai Luciano, blz.
Grande jogo, bem ao estilo FLA-FLU, pelo menos em se falando de gols, técnicamentne achei o jogo fraco, muitos erros, dos quais ajudaram muito no placar. No FLU Conca é a peça chave, pena que falta alguém no meio para ajuda-lo, no FLA parece que as coisas estão voltando a normalidade, mais ainda é um vestival de erros e falta pulmão, muito pulmão. Mas os 3 x 3 valaram o ingresso para quem foi, ou para quem perdeu o tempo ouvindo ou assistindo.

BLOG DO CLEBER SOARES
www.clebersoares.blogspot.com

AF STURT disse...

Cara retorne lá no confio no mengão ,vamos discutir a parceria!

AF STURT disse...

Tá aceito,eu não tinha visto seu email.Agora tudo fechado!

saudações para os que tem coragem!

Postar um comentário